Mesa de jantar | Qual será o estilo ideal?

Quando se está mobiliando a casa as primeiras coisas que veem à mente são sofá e cama, mas a mesa é uma peça muito importante também.

Quando você vai jantar na casa de amigos, é na mesa que vocês se reunem para comer e conversar, sendo ela na copa ou varanda – embora algumas conversas e refeições possam acontecer no sofá mesmo.

Memórias são construídas a partir destas reuniões com familiares e amigos, e você não quer que uma mesa errada atrapalhe tudo isso, quer? Uma mesa inadequada pode virar um elefante branco dentro da sua casa.

A partir de algumas leituras de sites de decoração e programas do nicho, separamos 4 dicas principais para você escolher a mesa perfeita (Say “YES” to the Dining table!)

Bom, primeiro você tem que ter noção do espaço disponível, parece óbvio, mas é comum pessoas comprarem mesas ou muito grandes, onde as pessoas não conseguem se locomover facilmente ao redor da mesa; ou pequenas, que acabam “sumindo” na decoração e passando a imagem de mesa de centro, não de jantar. É importante lembrar que a mesa precisa ser prática e ter espaço suficiente para as pessoas mexerem os braços sem esbarrar no outro.

Dica nº 1 – Você pode optar por mesas retangulares ou redondas, ou ser mais exótico e escolher uma mesa de formato singular – uma mesa sob medida. Mesas redondas são sugeridas para aptos/casas com uma metragem menor, pois não ocupam muito o espaço.

Caso você goste de fazer jantares para muitas pessoas, opte por uma mesa retangular, assim todos poderão se juntar à mesa – sempre há um cantinho.

Tente deixar uma área para circulação de uns 70cm em volta da mesa, desta forma ninguém irá esbarrar nas costas de ninguém, e no dia-a-dia você conseguirá circular e limpar a casa com facilidade.

Dica nº 2 – Existem mesas de várias texturas – vidro, madeira rústica, mdf, plástico, metal, alumínio. Esta escolha depende muito do seu gosto e estilo de decoração. Particularmente, acredito que mesas de madeiras são mais bonitas e fáceis de inserir na decoração.

Leve em consideração sua rotina e moradores da casa. Qual material é mais fácil de conservar limpo? Tem criança em casa, ela pode se machucar com o material da mesa? Qual a finalidade principal, você colocará muito peso (depósito de coisas) ou é só para fazer as refeições mesmo?

Alguns lembretes, mesa de vidro são lindas, mas deixam marcas de toque; mesas de madeira é importantíssimo que seja madeira de lei, cuidado com os cupins e o desmatamento ilegal também; mesa de plástico é mais frágil, pode quebrar e ferir, assim como a de vidro; cada material tem seus prós e contras. Pense no que melhor se adapta à sua casa e ao seu gosto.

Dica nº 3 – Outra parte que integra a mesa são as cadeiras. Aproveite os encostos das cadeiras para utilizar cores que combinem com o ambiente, integrando assim todos os elementos da decoração. Caso prefira, ou tenha, uma decoração mais rústica, bancos de madeiras são excelentes opções. Não tenha medo de ousar e soltar a criatividade.

Dica nº 4 – Pensei muito bem onde a mesa será colocada. Lembre do fluxo e que a mesa precisa te ajudar, não atrapalhar. Alguns decoradores preferem colocar a mesa em posição de destaque logo no centro da sala, mas isto depende muito do espaço disponível e da arquitetura do seu apartamento. Pense na luminosidade no local – luz natural faz muita diferença – tentando não depender apenas de lâmpadas para iluminar, e se não houver jeito, opte por luzes mais claras.

Caso você seja uma destas pessoas que não conseguem manter uma decoração fixa por muito tempo, opte por uma mesa fácil de transportar e a coloque em um local estratégico para facilitar estas mudanças – Feng Shui.

Curtiu as dicas? Nos conte como foi o processo de escolha da sua mesa. Você chegou a considerar algumas das dicas à cima, ou apenas comprou sem se preocupar muito com espaço e combinação?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *